ANUNCIE AQUI

Carro-forte da Prossegur se envolve em acidente no centro de Jacobina


Por volta das 12h desta terça-feira, 04 de julho de 2017, um carro-forte da Prossegur acabou causando avarias em uma moto e prejuízos para um vendedor de água de coco na Rua Senador Pedro Lago, em frente ao Banco do Brasil.

Segundo informações, o motorista do carro parou para abastecer a agência bancária com dinheiro e passou a dar marcha à ré, vindo a derrubar o material de Val do Coco, que sofreu escoriações em uma das pernas. Uma moto de propriedade de Romilson Santana que estava ao lado, também foi jogada ao chão, tendo o retrovisor quebrado e o tanque amassado.


“Disseram que não iriam dar nada, pois não havia ocorrido nada demais. O cara totalmente errado parou encima da faixa de pedestre e passou a dar marcha à ré, jogando tudo no chão. Eu batendo no carro, gritando e o outro segurança apenas observando, sem procurar ao menos comunicar que havia pessoas trabalhando atrás. Tivemos que chamar a polícia para registrar o fato, pois o motorista insistia em dizer que não tinha ocorrido nada demais. Fomos atropelados, Val ainda ficou ferido na perna. Fomos humilhados e depois que foi feito o registro, eles nos mandaram procurar a justiça, para que os prejuízos sejam ressarcidos. Esperamos que a Prossegur nos procure, pois eles deveriam ter sido mais delicados, procurando ao menos admitir o erro e a gravidade e não fazer pouco caso da situação, repetindo a todo momento que não houve nada demais” disse Romilson Santana.
Fonte: Augusto Urgente



Carolan Calçados te apresenta os melhores calçados com menores preços. No cantinho do Torra-Torra tudo com 50% de desconto; confira!


Na Carolan Calçados você encontra as seguintes marcas: RAMARIM, PICCADILLY, MOLECA, DÁLIA, KILDARE, OLYMPIKUS, PEQUITO.

Seu material esportivo você também encontra aqui: CHUTEIRAS, MEÕES, CANELEIRAS. SHORTS E MUITO MAIS.

Convidamos visitar o cantinho do TORRA-TORRA, onde todos os calçados são com descontos acima de 50%.



Aurelino Leal-BA: Acidente na BR-101 deixa 4 vítimas fatais


Um acidente na noite desta terça-feira (04), por volta das 20:00hr na BR-101, próximo a Fazenda Santa Cruz, há cerca de 6 km de Aurelino Leal, vitimou quatro pessoas, entre elas três de Travessão e uma de Aurelino Leal.

As vítimas seguiam viagem em um gol quando colidiram contra uma carreta. As causas do acidente ainda são desconhecidas. Segundo as primeiras informações que chegam, Bocão, sua esposa e sua cunhada, ambos de Travessão, estão entre as vítimas desse trágico acidente. A outra vítima não identificada até o momento, segundo populares seria de Aurelino Leal. (Ubaitaba.com)



Chapada: Estudante de 14 anos morre após acidente com transporte escolar em Piritiba


Um acidente com um transporte escolar, ocorrido na tarde de segunda-feira (3) no município de Piritiba, causou a morte de um estudante de 14 anos. Segundo informações, o condutor transportava estudantes da zona rural para a sede do município em um veículo locado pela Prefeitura de Piritiba. O carro faltou freio e colidiu contra uma árvore, próximo à Fazenda Barrocão.

Após a colisão, o jovem foi socorrido com outros colegas lesionados para o Hospital Carlos Ayres, em Piritiba, sendo transferido para o HGE em Salvador, onde não resistiu e veio a óbito nesta terça-feira (4). O nome do adolescente não foi informado. Ainda de acordo com informações, o delegado de Piritiba aguarda o comparecimento dos familiares das vítimas, para que seja feito uma queixa sobre o fato.

Informações do Augusto Urgente





Preso nesta segunda, Geddel é transferido para Brasília


Preso na Bahia nesta segunda-feira (3) pela Polícia Federal, o ex-ministro Geddel Vieira Lima foi transferido para Brasília na madrugada desta terça-feira (4).

Ele está sendo encaminhado à Superintendência da Polícia Federal na capital federal. Segundo a decisão do juiz Vallisney Oliveira, da Seção Judiciária da Justiça Federal em Brasília, que decretou a prisão preventiva do peemedebista, ele recebeu R$ 20 milhões em propina do grupo J&F por ter viabilizado a liberação de empréstimos da Caixa Econômica Federal (CEF) para a empresa.

O dinheiro teria sido intermediado pelo doleiro Lúcio Funaro, preso no âmbito da Operação Lava Jato. BN



Caminhão da Casa Rural de Morro do Chapéu tomba na BA 052


Na tarde deste domingo, 02 de julho de 2017, por volta das 15 horas, aconteceu um acidente na BA-052, entre Mundo Novo e Baixa Grande.

Um caminhão Volkswagen 24250 bitruck, tombou carregado de maracugina. A carga saiu de Bonito-BA, com destino a Estância-SE.

O motorista conhecido como Lelo, de aproximadamente 50 anos, ficou preso às ferragens, sofreu um corte na perna, foi socorrido e encaminhado para o hospital de Baixa Grande.

Lelo já recebeu alta do hospital e passa bem. O caminhão é de Henderson, da Casa Rural, de Morro do Chapéu-BA. A carga era da JR Compras e Vendas e Maracujás.



Animal solto na pista causa acidente entre Mairi e Várzea da Roça-BA


No início da noite desta segunda-feira, 03 de julho de 2017, aconteceu um acidente na BA-130, entre Mairi e Várzea da Roça.

Um veículo Fiat Strada, de cor branca, conduzido por Demesio Silva de Assim, conhecido como Dedé, de 35 anos, colidiu contra um animal na pista, quando seguia de Várzea da Roça para Mairi.

Dedé é funcionário da loja Móveis Colorado. O veiculo ficou com farol e para-brisa quebrados, capô, teto e para-lama amassados e outros assessórios danificados. O seguro já foi acionado.

O acidente aconteceu perto do Posto Planalto, quando Dedé estava retornando para casa depois de fazer entrega de móveis. Por sorte, ele nada sofreu. Já o animal, ficou ferido. (Blog Agmar Rios)



Geddel Vieira Lima é preso pela PF dentro da Operação Cui Bono


O ex-ministro Geddel Vieira Lima foi preso na tarde desta segunda-feira pela Polícia Federal dentro da Operação Cui Bono. A decisão partiu do juiz Vallisney de Souza, titular da 10ª Vara Federal de Brasília. O mandado é de prisão preventiva, quando não há prazo para a soltura.

A prisão foi baseada nos depoimentos do operador Lucio Funaro e do empresário e delator Joesley Batista no âmbito da Cui Bono e atende a pedido da Polícia Federal e da Força-Tarefa Greenfield – que também é responsável pelas operações Sépsis e Cui Bono.
A operação investiga a existência de práticas criminosas na liberação de créditos e investimentos por parte de duas vice-presidências da Caixa Econômica Federal: a de Gestão de Ativos de Terceiros (Viter) e a de Pessoa Jurídica. Uma das vice-presidências era ocupada por Geddel.
No pedido enviado à Justiça, a PF e o MPF sustentam que Geddel tem agido para atrapalhar as investigações. O objetivo seria evitar que o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e o próprio Lúcio Funaro firmem acordo de colaboração. Para isso, tem atuado no sentido de assegurar que ambos recebam vantagens indevidas, além de “monitorar” o comportamento do doleiro para constrangê-lo a não fechar o acordo.

O MPF divulgou a seguinte nota a respeito da prisão de Geddel:

Na petição apresentada à Justiça, foram citadas mensagens enviadas recentemente (entre os meses de maio e junho) por Geddel à esposa de Lúcio Funaro. Para provar, tanto a existência desses contatos quanto a afirmação de que a iniciativa partiu do político, Funaro entregou à polícia cópias de diversas telas do aplicativo. Nas mensagens, o ex-ministro, identificado pelo codinome “carainho”, sonda a mulher do doleiro sobre a disposição dele em se tornar um colaborador do MPF. Para os investigadores, os novos elementos deixam claro que Geddel continua agindo para obstruir a apuração dos crimes e ainda reforçam o perfil de alguém que reitera na prática criminosa. Por isso, eles pediram a prisão “ como medida cautelar de proteção da ordem pública e da ordem econômica contra novos crimes em série que possam ser executados pelo investigado”.

Com a prisão de Geddel, passam a ser cinco os presos preventivos no âmbito das investigações da Operação Sépsis Cui Bono. Já estão detidos os ex-presidentes da Câmara, Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves, o doleiro Lúcio Funaro e André Luiz de Souza, todos apontados como integrantes da organização criminosa que agiu dentro da Caixa Econômica Federal (CEF). No caso de Cunha, Alves e Funaro, já existe uma ação penal em andamento. Os três são réus no processo que apurou o pagamento de propina em decorrência da liberação de recursos do FI-FGTS para a construção do Porto Maravilha, no Rio de Janeiro. Além deles, respondem à ação, Alexandre Margoto e Fábio Cleto.

Mais sobre as investigações

Geddel Vieira Lima é um dos investigados na Operação Cui Bono. Deflagrada no dia 13 de janeiro, a frente investigativa tem o propósito de apurar irregularidades cometidas na vice-presidência de Pessoa Jurídica da Caixa Econômica Federal, durante o período em que foi comandada pelo político baiano. A investigação teve origem na análise de conversas registradas em um aparelho de telefone celular apreendido na casa do então deputado Eduardo Cunha. O teor das mensagens indicam que Cunha e Geddel atuavam para garantir a liberação de recursos por vários setores da CEF a empresas que, após o recebimento, pagavam vantagens indevidas aos dois e a outros integrantes do esquema, entre eles Fábio Cleto. Cleto, que ocupou por indicação de Eduardo Cunha a vice-presidência de Fundos de Governo e Loterias, foi quem forneceu as primeiras informações aos investigadores. Em meados do ano passado, ele fechou acordo de colaboração premiada com a Procuradoria Geral da República (PGR).

Em conversas datadas de 2012, por exemplo, os envolvidos revelam detalhes de como agiram para viabilizar a liberação de recursos para sete empresas e um partido político. Entre os beneficiados do esquema ilícito aparecem companhias controladas pela holding J&F, cujos acionistas firmaram recentemente acordo com o MPF. O aprofundamento dos indícios descobertos com a análise do conteúdo armazenado no aparelho telefônico apreendido permitiu aos investigadores constatarem intensa e efetiva participação de Geddel Vieira Lima no esquema criminoso. Além da prisão preventiva, a Justiça acatou os pedidos de quebra de sigilos fiscal, postal, bancário e telemático do ex-ministro.



Tragédia: Homem embriagado mata 3 pessoas atropeladas na BA 504 e é morto pela população em Alagoinhas


Uma tragédia ocorreu na noite deste sábado (01), logo após o povoado da Onça na BA 504, em Araças, estrada que liga Alagoinhas a Araças.
Segundo informações o condutor de uma hilux, placa JQU 7148, de pre nome “Netinho”, em estado de embriaguez, acabou perdendo o controle e atropelando um homem no acostamento e acabou atingindo em uma moto com dois ocupantes, vindo os três a óbito, todas as vitimas são do povoado da Onça, até o momento não identificados. “Netinho”, assumiu a culpa e disse que aguardaria a chegada da polícia, foi quando populares revoltados com a situação, atingiram com golpes de fação, o acusado acabou não resistindo aos ferimentos e veio a óbito no local. Logo após populares atearam fogo no veiculo que causou a tragédia. Os corpos foram encaminhado ao IML de Alagoinhas. (Alagoinhas News)