ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

Número de mortos após terremoto no México chega a 226


A agência de defesa civil do México informou na madrugada desta quarta-feira (20) que já foram confirmadas 226 mortes após o terremoto de 7,1 pontos que atingiu o país na véspera. Dezenas de prédios ruíram na Cidade do México e em Estados próximos. O chefe da agência, Luis Felipe Puente, informou pelo Twitter que há 117 vítimas fatais confirmadas na Cidade do México, 55 no Estado de Morelos (que fica ao sul da capital do país), e 39 no Estado de Puebla – onde o abalo teve seu epicentro. Outras 12 pessoas morreram no Estado do México (que circunda a capital) e três no Estado de Guerrero. O número da Defesa Civil não incluiu uma morte no Estado de Oaxaca, anunciada por autoridades locais. O epicentro do tremor foi na cidade de Raboso, em Puebla, a 123 quilômetros a sudeste da Cidade do México.



Cão mata serpente para salvar dona de ataque, mas é picado e morre


Spike, cão da raça Yorkshire terrier, salvou a dona de um ataque de cobra na África do Sul. A serpente estava no jardim da residência, e antes que ela atacasse a dona, Louise Grobler, o animal de estimação saltou em direção ao réptil e a mordeu.

Apesar de ter conseguido matar a cobra e salvar a dona, Spike acabou sendo picado no focinho e morreu meia hora depois. Louise revela que já é seu segundo cão que morre envenenado, aparentemente, pela mesma cobra.

“Spike foi um herói. Ele atacou a cobra e salvou a minha vida. Eu estava muito perto da cobra. Se Spike não pulasse e a mordesse, ela teria me picado”, contou Louise ao jornal britânico Daily Mirror. Ela ainda teve tempo de registrar a reação de Spike e publicou a imagem. (Correio)



Vídeo: ‘Alô! É do céu?’, pastor “conversa” com Deus pelo celular durante culto


O vídeo de um culto evangélico realizado no Zimbabwe tem se espalhado nas redes sociais nos últimos dias por causa da forma peculiar como pastor que dirigia o culto se comunicava com Deus. Ao invés da tradicional oração, o pastor resolveu usar uma maneira mais tecnológica para fazer seus pedidos ao criador: o celular.

Paul Sanyangore é o líder religioso que aparece no vídeo. Ele se diz o intermediário entre Deus e uma mulher que está ajoelhada no templo. “Olá, é do céu? É o céu? Tenho uma mulher aqui, o que é que tem a dizer sobre ela?”, fala o pastor com o telefone do ouvido, se dirigindo à fiel.

O homem ainda fala o que Deus o teria revelado através do celular: “Ele diz que deves rezar pelas suas crianças, as duas. Ele diz que uma tem epilepsia, a outra tem asma”. “Deus está online. Deus pediu-me para te dizer que a tua história mudou”, conclui o pastor, antes de encerrar a suposta chamada com o divino.

Vídeo abaixo:



Ataque terrorista na Inglaterra já tem 22 mortos; Explosão aconteceu após show de Ariana Grande


Foto: AFP / PAUL ELLIS

O número de mortos na explosão do lado de fora da Manchester Arena, na Inglaterra, na noite de segunda-feira (22) subiu para 22. O dado foi divulgado pela polícia de Manchester durante esta madrugada. Crianças estavam entre as vítimas fatais e outras 59 pessoas ficaram feridas. A explosão aconteceu perto da bilheteria da Manchester Arena, logo após o encerramento do show da cantora americana Ariana Grande no estádio. Pelo Twitter, a artista lamentou a tragédia e disse “não ter palavras”.

Os oficiais trabalham com a hipótese de que a explosão tenha sido um ataque feito por um único suspeito, que utilizava um explosivo improvisado e teria morrido no local. Segundo informações do Correio24horas, as autoridades dos dois países trabalham juntas na investigação. Caso o incidente seja confirmado com um ataque terrorista, será o segundo no Reino Unido neste ano e o mais letal desde 2005, quando homens-bomba atacaram o sistema de transporte de Londres e mataram 52 pessoas.

A primeira ministra do Reino Unido, Theresa May, publicou uma declaração oficial prestando solidariedade às vítimas. “Estamos trabalhando para estabelecer os detalhes completos do que está sendo tratado pela polícia como um terrível ataque terrorista. Nossos pensamentos estão com as vítimas e suas famílias”.



Tragédia: 29 crianças morrem em acidente com ônibus escolar na Tanzânia


Pelo menos 29 crianças morreram neste sábado em um acidente com o ônibus escolar, bem como dois professores e o motorista do veículo, informou o diretor da escola.

“Perdemos 29 alunos, dois membros do nosso pessoal e o motorista”, declarou Innocent Mushi, diretor da Escola Primária Lucky Vincent de Arusha. O acidente aconteceu na manhã deste sábado (06) no norte da Tanzânia. O ônibus saiu da estrada e caiu no rio Marera, no distrito de Karatu.

O presidente John Magufuli apresentou suas condolências às famílias das vítimas. “Este acidente acabou com o sonho dessas crianças que se preparavam para servir à nação. É uma enorme dor para as famílias e também para toda a nação”, declarou o presidente tanzaniano em um comunicado.



Imagem de recém-nascido segurando DIU faz sucesso nas redes


A imagem de um recém-nascido segurando um dispositivo intrauterino (DIU) tem feito sucesso nas redes sociais desde que foi publicada na sexta-feira passada por uma página de Facebook. A americana Lucy Hellein estava usando o método anticoncepcional mas acabou engravidando do mesmo jeito. Para marcar a história, ela fez a foto com o filho ainda na sala de parto.

Pesando 4,11 kg, Dexter deveria nascer no dia 4 de maio, mas acabou nascendo uma semana antes. Lucy postou a foto com a legenda “fracasso do Mirena”, brincando a falta de eficiência do DIU. Disse ainda que o DIU foi achado atrás da placenta.

Nos comentários da postagem, Lucy afirmou que o DIU foi escolhido como método contraceptivo por ela e pelo marido, mas que não conseguiu evitar a gravidez. Disse ainda que o obstetra se planejou para achar o DIU durante a cesariana e que depois do parto ela ligou as trompas para não ter mais filhos. (Correio*)



Papa envia carta a Temer e recusa visita ao Brasil


Em uma carta na qual recusa um convite para visitar o Brasil, o papa Francisco cobrou o presidente Michel Temer para evitar medidas que agravem a situação da população carente no País. A correspondência foi uma resposta a outra enviada pelo mandatário no fim de 2016, na qual o líder da Igreja Católica era convidado formalmente para as celebrações dos 300 anos da aparição de Nossa Senhora Aparecida, comemorados em 2017. “Sei bem que a crise que o país enfrenta não é de simples solução, uma vez que tem raízes sócio-político-econômicas, e não corresponde à Igreja nem ao Papa dar uma receita concreta para resolver algo tão complexo”, escreveu o Pontífice, segundo trecho publicado pelo jornalista Gerson Camarotti, da Globo News . “Porém não posso deixar de pensar em tantas pessoas, sobretudo nos mais pobres, que muitas vezes se veem completamente abandonados e costumam ser aqueles que pagam o preço mais amargo e dilacerante de algumas soluções fáceis e superficiais para crises que vão muito além da esfera meramente financeira”, acrescentou. Sobre o convite, o Papa disse que, devido a sua intensa agenda, não poderia visitar o Brasil neste ano. Ainda de acordo com Camarotti, Jorge Bergoglio afirmou rezar pelo País e que acompanha “com atenção” os acontecimentos na maior nação da América Latina. Citando sua exortação apostólica “A Alegria do Evangelho”, Francisco também lembrou que não se pode “confiar nas forças cegas e na mão invisível do mercado”, em um momento em que o governo Temer tenta aprovar reformas econômicas para garantir a confiança dos investidores. Em setembro passado, na inauguração de uma imagem de Nossa Senhora Aparecida no Vaticano, o Pontífice já havia dito que o Brasil passava por um “momento triste”. Um mês antes, Francisco enviara uma carta não oficial em apoio a Dilma Rousseff, que na época ainda não tinha sofrido o impeachment.(Voz da Bahia)



Anvisa pede recolhimento imediato de linguiça de empresa da Carne Fraca


A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) solicitou nesta quarta-feira (12) que um um lote de linguiça calabresa defumada da Frigosantos seja recolhido imediatamente das prateleiras. O frigorífico já está sendo investigado pela Operação Carne Fraca. Segundo publicado pelo jornalista Lauro Jardim no O Globo, a decisão foi tomada após análises realizadas pelos Laboratórios Nacionais Agropecuários (Lanagro). A resolução foi publicada no Diário Oficial e não especifica os problemas encontrados no produto.(Voz da Bahia)



Deslisamento de terra na Colômbia deixa mais de 200 mortos


Um deslizamento de terra no sul da Colômbia deixou neste sábado, 1º, mais de 200 mortos e centenas de feridos e desaparecidos, uma tragédia que entristece o país, comovido pela devastação em Mocoa, onde o governo declarou estado de “calamidade pública”.

“O último balanço é de 206 pessoas falecidas, 202 feridos, 220 desaparecidos, 300 famílias afetadas, 17 bairros com danos maiores e 25 casas totalmente destruídas”, disse à AFP César Urueña, diretor de Socorro da Cruz Vermelha Colombiana.

“Nossos corações estão com as famílias das vítimas e afetados por esta tragédia. Não vamos desfalecer no seu atendimento”, tuitou o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, que lidera os trabalhos de resgate na zona, após os deslizamentos provocados pela cheia dos rios Mocoa, Mulato e Sangoyaco, em Putumayo, em plena Amazônia.

As imagens divulgadas pelos socorristas são impactantes: ruas cobertas de terra, soldados carregando crianças, pessoas chorando e veículos destruídos.

Mocoa, um município de 40.000 habitantes, está sem energia elétrica e sem água corrente, serviços que o governo tenta restabelecer.

“Há muita gente nas ruas, muita gente prejudicada, muitas casas destruídas”, descreveu à AFP por telefone Hernando Rodríguez, um aposentado de 69 anos.

“Apenas não estamos nos dando conta do que aconteceu”, acrescentou.

“Calamidade pública”

Na noite de sexta-feira choveu 130 mililitros, 30% do que cai em um mês em Mocoa, explicou Santos. “Isso precipitou uma súbita cheia de vários rios […] e isso causou os deslizamentos”, afirmou, antes de declarar estado de “calamidade pública” para “agilizar” as operações de resgate e ajuda.

“Estamos em risco de vida, a água já chega até a metade da casa”, contou uma mulher identificada como Laura Montoya, que ligou para o serviço de emergências, segundo uma publicação no site da Presidência.

O meteorologista Diego Suárez, do Instituto de Hidrologia, Meteorologia e Estudos Ambientais da Colômbia (Ideam), disse à Caracol Radio que a entidade prevê “precipitações menos intensas” para este sábado em Mocoa, enquanto que no domingo e na segunda-feira as chuvas “irão diminuindo paulatinamente”.

Segundo o bombeiro David Silva, os estabelecimentos comerciais estão fechados “por medo” de assaltos.

“Ontem à noite houve saques em lugares que vendem água”, disse à AFP o bombeiro, acrescentando que a “maioria” dos bairros afetados são habitados por deslocados pelo conflito armado de meio século no país.

A “onda de inverno” na América do Sul não afetou somente a Colômbia. O Peru vem enfrentando desde o início do ano chuvas e deslizamentos de terra que até o momento deixaram 101 mortos e mais de um milhão de afetados.

No Equador, foram registradas 21 mortes desde janeiro e 9.409 famílias afetadas, segundo o balanço oficial mais recente.

“Emergência sanitária”

Brasil, Espanha, Equador, Venezuela, Alemanha e a União Europeia, entre muitos países e organismos internacionais, expressaram sua solidariedade após a catástrofe.

A governadora de Puntamayo, Sorrel Aroca, disse à Caracol Radio que foi declarada “emergência sanitária” ante o colapso do hospital do município, de modo que foi preciso habilitar outros lugares para receber os feridos.

As águas carregaram diversas casas, postes de eletricidade, veículos, árvores, e destruíram pelo menos duas pontes, acrescentou o Exército, cujos soldados apoiam os trabalhos de resgate e socorro.

“A situação de Mocoa é dramática. Pedimos a solidariedade de toda Colômbia”, escreveu no Twitter o vice-ministro do Interior, Guillermo Rivera.

Uma sala de crise com autoridades locais, soldados, policiais e membros de organismos de socorro trabalha na busca de desaparecidos e na remoção do material, informou o governo.

Um milhão de pessoas estão ajudando nos trabalhos de resgate na zona, onde foram mobilizadas mais de sete toneladas de equipamentos e enviados milhares de kits de higiene, ajudas alimentares e colchões.

AFP



Estado Islâmico assume atentado em igreja


Forças especiais afegãs mataram o assistente do líder militar do Estado Islâmico no Afeganistão, na província de Nangarhar, leste do país, informa a agência Sputnik. Saad Imarati foi morto na noite da segunda-feira (25) em confronto com a polícia.
“Imarati servia no cargo de assistente do líder militar do grupo regional do Estado Islâmico (EI) no Afeganistão e supervisionava militantes em confrontos no distrito de Côte”, disse o Gabinete do Governador Provincial.
Anteriormente, foi divulgado que, nos últimos dias, o exército afegão eliminou 122 militantes seguidores do EI na província oriental de Nangarhar. A situação no Afeganistão se deteriorou consideravelmente nos últimos meses.
O movimento radical Talibã domina uma grande área nos setores rurais do país e lançou uma grande ofensiva contra as maiores cidades. Ao mesmo tempo, aumentou a influência do Estado Islâmico.