CLIQUE AQUI E VISITE NOSSA PÁGINA!
CLIQUE AQUI E VISITE NOSSA PÁGINA!
ANUNCIE CONOSCO!
ANUNCIE CONOSCO!
ANUNCIE CONOSCO!

11 de fevereiro de 2017

Desaparelhada e abandonada pela SSP, a Delegacia de Utinga funciona precariamente

As piores instalações de uma delegacia de policia da Bahia encontra-se na cidade de Utinga, onde há mais de 10 anos não recebe nenhum tipo de manutenção por parte da Secretaria de Segurança Pública da Bahia. É o que se ouve de muitas pessoas da cidade e dos agentes policiais e cartoriais do município, onde não tem delegado plantonista, apenas a presença sazonal do substituto. Para o agente de polícia civil, Assis, que “se vira nos trinta” para dar andamento às investigações, perseguir e prender criminosos, registrar ocorrências, arquivar, preparar os processo para o delegado de carreira substituto, ora de Mundo Novo ou de Wagner, apenas assinar, “essa situação já perdura há anos, é o que eu precedo desde que cheguei aqui há dois anos”. Ele e o outro agente civil Marcelo, são os únicos de dão atendimento aos serviços burocráticos e ações de campo, contando mais um agente e o apoio da guarnição da Policia Militar.

Situada no centro da cidade, em uma casa antiga, sem manutenção, as instalações da delegacia são muitos sujas, paredes rachadas, teto despencando, xilindró interditado pelo Ministério Público, e salas apertadas som cadeiras e móveis quebrados que são utilizados precariamente. Nas salas os presos são amarrados ou algemados enquanto esperam sua remoção para o Complexo Policial de Itaberaba, há 150km.

Tão precárias que são as instalações não dispõem se quer de água potável nem internet, para o processo de interligação com os sistemas da Secretaria Estadual de Segurança Pública.

Nossa reportagem flagrou o momento em que a professora Ivanilda, diretora do Colégio Clériston Andrade, apresentou queixa na delegacia sobre a vidraça quebrada de uma janela e, para receber a certidão de ocorrência, teve que trazer o toner da impressora da sua escola.

Tanto o agente Assis quanto a pró Ivanilda, revelaram que o estado de abandono dos serviços da policia civil poderá ser resolvido através de um convenio de cooperação técnica que vem sendo articulado pelo prefeito Joyuson Vieira Santos (PSL), envolvendo a prefeitura e a SSP, para implantar a reforma e adequação da delegacia abandonada. (O Paraguaçu)


Share Button